Rádio JOVEM PAN

90.5. Jovem Pan Venâncio Aires

Ouvir

Em cartaz com romance, Alexandra Richter critica relações abertas: “coisa de quem não tem coragem de separar”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Alexandra Richter participa do Pânico; veja fotos

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"
Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"
Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"
Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"
Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"
Atriz esteve na bancada para divulgar espetáculo "História de Nós Dois"

Quanto mais os anos passam, mais se discute ao redor do mundo as novas formas de nos relacionarmos amorosamente. Um dos tópicos mais debatidos nesse sentido é o dos relacionamentos abertos, aqueles em que os parceiros envolvidos concordam em manter uma relação não-monogâmica em que demonstrações de afeto com terceiros não são necessariamente sinônimos de traição. Embora tenha cada vez mais adeptos, esse tipo de prática ainda é muito questionada. A atriz Alexandra Richter, atualmente em cartaz em São Paulo com uma peça que retrata os dramas de um casamento longo, está nesse segundo grupo.

“Eu sou mais conservadora. A mulher e o homem já são divididos em várias facetas. Imagina se tiver que dividir com outras pessoas ainda. Quem pede para abrir não tem coragem de separar. Talvez queira ficar junto, manter alguma coisa, mas não tem coragem. É minha teoria. Para a gente é difícil entender, acho que outras gerações podem lidar melhor com isso”, declarou em entrevista ao Pânico na Rádio nesta quarta-feira (21).

A atriz esteve no programa para divulgar o espetáculo História de Nós Dois, apresentado neste fim de semana no Teatro Opus, no Shopping Villa Lobos, em São Paulo. A comédia romântica gira em torno de um casal, interpretados por ela e o colega Bruno Garcia, em processo de separação. E olha que do assunto casamento a global entende: ela está há 20 anos com o marido, o cientista Ronaldo Braga, seu amigo de infância.

“Sou felicíssima. Nós já passamos por várias crises e isso é normal. Tem momentos em que você está apaixonado e tem momentos em que quer matar o outro. O único segredo é querer ficar casado. Vivo muito bem por que a gente respeita nossa individualidade, respeita nosso espaço. Ele sai com os amigos, eu saio com as amigas. Nós viajamos muito a trabalho separados e está tudo bem. Representamos conflitos como esses na peça. Tem muita briga, mas tem muitas cenas românticas e engraçadas também”, disse.

Ainda conversando sobre o tema, a atriz relembrou seu mais recente papel na televisão, a personagem Eva da novela Rock Story. Na trama, a psicanalista manteve um relacionamento com Gordo, empresário vivido por Herson Capri. Em um dos muitos conflitos envolvendo ambos, apareceram rumores de uma traição – que chegou a ser perdoada por ela. Questionada se conseguiria fazer o mesmo, a convidada afirmou que nunca o fez, mas acredita que sim.

“Eu seria capaz de perdoar, sim. É só conversar, perdoar e combinar que não se fala mais nisso. Esse ranço de discutir o que já foi não leva a nada. Eu nunca traí nem fui traída por meu marido. Mas perdoaria. Tive um namorado antigo que me traiu muito, mas acabou. Não só por isso, a relação não estava boa antes. Nenhum de nós se quis mais”, contou.

História de Nós Dois será apresentada no sábado (24) às 21h e no domingo (25) às 19h. Mais informações sobre ingressos podem ser encontradas no site do Teatro Opus.

Tags da Pan

Comentários